A recompensa dos EUA afeta o poder de Maduro na Venezuela?

Velho General

B-Top-720x75px-ADG.jpg

Albert-VF1Por Albert Caballé Marimón*

Baixar-PDF


Apoie o Velho General: contribua com a manutenção do blog, conheça as opções.


Capa-PDF.jpgNicolás Maduro (Foto: RFI/Handout via Reuters).


Em sua mais recente ação contra o líder venezuelano Nicolás Maduro, os EUA o indiciaram, juntamente com figuras próximas do regime, pelos crimes de tráfico de drogas, de armas e lavagem de dinheiro. Um dos acusados, Cliver Antonio Alcalá, ex-general do exército venezuelano e opositor de Maduro que vivia na Colômbia, entregou-se à DEA e concordou em colaborar com as autoridades americanas.


Com aparente respaldo de aliados como China, Rússia e Cuba, o presidente de facto da Venezuela, Nicolás Maduro, vem mantendo o apoio dos militares e o controle sobre os já combalidos recursos do país, embora sob uma pressão cada vez maior devido as sanções impostas pelos Estados Unidos. Até aqui, no entanto, nem a pressão americana e nem as tentativas de Juan Guaidó conseguiram…

Ver o post original 720 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s