Brasil é um dos países que mais perdeu dinheiro com cibercrimes em 2017

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação

No último dia 22/01, a Security Report publicou o resultado de uma pesquisa na qual foi revelado que 61% da população brasileira adulta que está conectada à internet foi afetada por incidentes cibernéticos, ou seja, são aproximadamente 62 milhões de brasileiros, totalizando uma perda de  US$ 22 bilhões, colocando o Brasil na segunda posição dentre os países que mais perderam com ataques cibernéticos, ficando atrás apenas da China. Além disso, é o país em que mais crianças sofrem com bullying, empatado com a Índia.

Esses números tão alarmantes e estão associados ao fato de que as vítimas possuem um perfil semelhante: são pessoas que gostam de tecnologia e que se cercam de dispositivos eletrônicos, porém ignoram os princípios de segurança da informação. As vítimas tendem a usar uma mesma senha em vários sites e aplicativos, além compartilhar essas senhas com outras pessoas.

Segundo o especialista de segurança Symantec…

Ver o post original 238 mais palavras

Webinar: Lançamento do Livro Fundamentos de Segurança da Informação

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação

No último dia 25 de Janeiro, a Clavis Segurança da Informação deu sequência às suas ações para promover a cultura de segurança no Brasil e lançou, junto com a Editora Brasport, o livro Fundamentos de Segurança da Informação. A obra é uma tradução para o português do livro Foundations of Information Security: Based on ISO27001 and ISO27002 escrito por Jule Hintzbergen, Kees Hintzbergen, André Smulders e Hans Baars. Trata-se de um guia preparatório altamente recomendado para os interessados em realizar o exame de certificação EXIN Information Security Foundation e para aqueles que pretendem iniciar na área de Segurança da Informação.

O livro aborda a Segurança da Informação de uma forma abrangente, detalhando uma série de conceitos sobre segurança, como confidencialidade, criptografia, controle de acesso, integridade de dados, riscos, ameaças (BOTNET, worms, trojans) e as possíveis contramedidas que devem ser utilizadas para proteção contra tais ameaças.  Além disso, o livro…

Ver o post original 127 mais palavras

Mapas de aplicativo de corrida revela localização de supostas bases militares dos EUA

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação

Atualmente, todo mundo está conectado a Internet através de seu smartphone, mas até onde devemos levar esse hábito?

Recentemente, um aplicativo de rastreamento de percurso de corrida, o Strava, publicou os mapas dos percursos de corrida mais populares de 2017 em todo o mundo e, infelizmente, os mapas acabaram revelando o que não deveria, localização de bases militares americanas.

Você deve estar se perguntando: Como isso aconteceu? Pois bem! O mapa desse tipo de aplicativo mostra o percurso de corrida de usuários através da coordenadas baseadas em GPS. O recurso de compartilhamento de corrida, possibilita ver mais de 3 trilhões de percursos de corredores em várias localidades do mundo.

Com base na análise dos percursos divulgados, especialistas de segurança publicaram no Twitter possíveis localizações de bases militares norte-americanas na Somália, Afeganistão e Síria, além de bases militares secretas russas na Ucrânia e Taiwan.

O incidente é um grande lembrete às…

Ver o post original 48 mais palavras

Octopus e BART são reconhecidos como Produto de Defesa pelo Ministério da Defesa

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação


Ministério da Defesa publicou portaria homologando os sistemas Octopus e BART como Produtos de Defesa. Clavis tem mais duas soluções reconhecidas pelo Ministério da Defesa!


Após um cuidadoso processo de avaliação, o
Ministério da Defesa reconheceu os sistemas Octopus e BART como Produtos de Defesa. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União do dia 16 de janeiro de 2018. Isso significa que as duas aplicações passam a ser reconhecidas como ferramentas importantes para as atividades finalísticas de defesa. A Clavis já era reconhecida como uma Empresa Estratégica de Defesa e já contava com uma solução homologada como Produto Estratégico de Defesa, já que o Sistema SADI, o Simulador de Ataques Distribuídos de Indisponibilidade, houvera sido homologado em 2016. Com a boa notícia do último dia 16, a Clavis passa a contar com três Produtos de Defesa — além de possuir a chancela de Empresa Estratégica de Defesa…

Ver o post original 775 mais palavras